CUFA promove Viradão Esportivo

marca_viradao_esportivo

 

Com objetivo de incentivar a prática de esportes aliada ao exercício da cidadania, a Central Única das Favelas (CUFA) promoverá em 07 de novembro, das 09 às 18 horas, em diversas cidades brasileiras, o Viradão Esportivo. O evento, que tem como tema “Família”, busca ressaltar a importância dessa instituição na construção dos valores do indivíduo. Áreas carentes, geralmente excluídas dos calendários de eventos, terão destaque especial no projeto, seguindo a proposta de utilização do esporte como ferramenta de inserção e integração social.
O Viradão Esportivo apresentará uma grande variedade de atividades e eventos esportivos, dos clássicos aos atípicos. As disputas acontecerão em associações, clubes, vilas olímpicas, escolas, forças armadas, universidades, presídios, federações, confederações, dentre outras organizações parceiras do projeto. Qualquer iniciativa/modalidade esportiva, cujos representantes manifestarem interesse em participar, será incorporada à programação oficial do evento. Representantes de instituições, clubes, escolas e todos os  interessados podem se cadastrar no site www.viradaoesportivo.com.br.

A cerimônia nacional de abertura acontecerá às 10 horas do dia 7 de novembro, no Ginásio Miécimo da Silva, em Campo Grande, zona oeste do Rio de Janeiro, onde estarão presentes os dirigentes da CUFA, parceiros do projeto, esportistas, agentes políticos e o público em geral. O encerramento do evento ficará a cargo de cada cidade. No Rio de Janeiro, haverá a participação de nadadores no Piscinão de Ramos, localizado na Zona Norte, onde acontecerá a “Travessia do Piscinão”, seguida de um show de encerramento do Viradão Esportivo 2009.

Inauguração do Centro de Juventude na Comunidade do Cantagalo

 

por Catherine Fátima Alves 

20.08.2009 - Inauguração do Centro de Juventude na Comunidade do Cantagalo

Na última terça-feira (18/8), foi inaugurada mais uma unidade do Centro de Referencia de Juventude – Comunidades do Cantagalo, Pavão e Pavãozinho , que estão  integradas espacialmente. A inauguração contou com a presença do presidente Lula, do governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, e do prefeito da capital carioca, Eduardo Paes, além de outras autoridades. Na ocasião, o Presidente, o Governador e o Prefeito foram presenteados com pranchas de surf, que foram entregues pelo renomado surfista Rodrigo Resende, campeão mundial em Tow In – ondas gigantes, e outros dois campões mundiais amadores. O evento contou também com a presença do coordenador de juventude do governo da Bahia, Eden Valadares, e do presidente do Conselho Nacional de Juventude, David Barros.

A nova unidade do Centro de Referencia de Juventude está totalmente equipada para cursos profissionalizantes e desenvolverá diversas ações de tempo livre, como música, box, capoeira, cinema, surf, fubebol e vôlei de praia, entre outros. No que diz respeito à profissionalização serão oferecidos inicialmente os cursos de fabricação de pranchas de surf, de adereços carnavalescos e web designer. Esta já é a terceira Unidade em pleno funcionamento na região. No mês de setembro serão inauguradas mais duas, sendo uma em Jacarezinho e outra na Babilônia/Chapeu Mangueira.

Além de aprender uma profissão, esses  espaços possibilitam que os jovens exerçam o seu direito à cidadania, por meio da emissão de carteira de identidade, carteira de trabalho e acesso às políticas sociais oferecidas pelo governo do Rio de Janeiro.

ECA completa 19 anos HOJE (13 de julho)


ECA

Reconhecido como uma das legislações mais avançadas em termos de proteção social à infância e adolescência, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) completa 19 anos nesta segunda-feira (13 de julho). Para comemorar a data, diversos eventos estão sendo realizados no país, por entidades governamentais e da sociedade civil, para discutir os avanços obtidos na seguridade dos direitos das crianças e adolescentes desde a criação do Estatuto, em 1990.

Em seu texto, o ECA afirma que crianças e adolescentes devem ser vistos como pessoas em desenvolvimento, sujeitos de direitos e destinatários de proteção integral. São 267 artigos que asseguram os direitos e deveres de cidadania a esse público, além de determinar que essa garantia seja cumprida por todos os setores que compõem a sociedade, incluindo a família, o Estado e a própria comunidade. O documento aborda também as políticas destinadas às crianças e adolescentes, nas mais diversas áreas, como saúde, educação, adoção e tutela, além de questões relacionadas à prática de atos infracionais.

No último mês de junho, a Câmara dos Deputados aprovou um projeto que garante alguns benefícios a adolescentes em conflito com a lei, como a visita íntima durante o regime de internação para os adolescentes que já são casados ou que vivem uma união estável e o direito da mãe adolescente cuidar dos filhos de até três anos na unidade de internação. O projeto vai permitir a padronização de medidas socioeducativas em todo o país. Já no dia 8 de julho, a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou a proposta de elaboração de uma nova lei nacional de adoção, que terá como foco o direito de crianças e adolescentes à convivência familiar, conforme estabelelecido no ECA. A nova lei, que promete facilitar o processo de adoção, seguirá para apreciação da Comissão de Direitos Humanos.

Com o objetivo de avançar na defesa desses direitos, o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) realizará, no período de 7 a 10 de dezembro, a 8ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. O evento, que terá caráter deliberativo, acontecerá no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília (DF), e irá subsidiar a proposta de elaboração do Plano Decenal da Política dos Direitos da Criança e do Adolescente, que deverá ser concluída até julho de 2010. Segundo o Conanda, a aprovação do Plano Decenal será uma maneira de de celebrar o 20º aniversário do ECA, cumprindo o que determina o seu artigo 86, ou seja, que “a política de atendimento aos direitos da criança e do adolescente far-se-á através de um conjunto articulado de ações governamentais e não-governamentais, da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios.

Mais Informações
http://www.presidencia.gov.br/estrutura_presidencia/sedh/conselho/conanda/