Aecio e Anastasia só mencionam Serra quando ele está presente

O candidato José Serra (PSDB) elegeu Minas Gerais como uma das prioridades da campanha presidencial, mas ainda recebe um apoio tímido nos eventos eleitorais públicos de seu palanque mineiro, comandado pelo ex-governador Aécio Neves e pelo governador Antonio Anastasia.

Desde o início da campanha, Serra só foi mencionado em Minas nos eventos públicos em que esteve presente: ontem, quando foi a Belo Horizonte e Divinópolis, e no dia 12, quando esteve na capital mineira.

Sem Serra, a campanha de Anastasia e Aécio já realizou pelo menos cinco atos públicos. Em nenhuma delas o candidato a presidente foi citado espontaneamente –uma única citação ocorreu em resposta a um questionamento de jornalistas–, apesar de seu nome estar presente no material de campanha.

O levantamento se baseia nas transcrições de discursos e entrevistas divulgados pelo PSDB mineiro. Segundo a assessoria do partido, tudo que é dito pelos candidatos está reunido na página.

O mais importante ato do PSDB de Minas, até agora, foi um encontro com líderes políticos em BH, no último sábado, chamado por Aécio de "grande largada".

"Viva Minas, viva Anastasia, viva Itamar Franco [candidato ao Senado]", disse Aécio na ocasião, sem mencionar Serra. Anastasia e Itamar também discursaram e não falaram do presidenciável.

Anastasia chegou a defender Serra em uma entrevista, mas após ser questionado diretamente sobre se a campanha do presidenciável seria integrada à dele.

Hélio Costa (PMDB) aparece como o favorito ao governo de Minas Gerais


O peemedebista lidera em todos os cenários apresentados

Há um ano e sete meses das eleições para governador de Minas Gerais, o atual ministro das Telecomunicações, Hélio Costa (PMDB) aparece como o favorito na disputa, revela pesquisa do Datafolha. O peemedebista atinge percentuais que variam de 37% a 43%.

Foram ouvidas 1073 pessoas com 16 anos ou mais, entre os dias 16 a 19 de março de 2009, em 42 municípios no estado de Minas Gerais. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

O Datafolha apresentou quatro cenários aos entrevistados. No primeiro cenário, Hélio Costa está com 41% das intenções de voto. Em segundo lugar, aparece Patrus Ananias (PT), com 11%. Antonio Anastasia (PSDB) tem 5% e Maria da Consolação Rocha (PSOL), 4%. Votos brancos e nulos totalizam 22%, e 17% se declaram indecisos.

Numa segunda situação, com Fernando Pimentel como candidato do PT, Hélio Costa lidera com 37%,
Fernando Pimentel aparece em segundo com 24% e Antonio Anastasia e Maria da Consolação Rocha têm 4% e 3%, respectivamente. Nesse caso, votariam em branco ou anulariam o voto, 17%. Já 14% estão indecisos.

No terceiro cenário, onde se exclui a candidatura do PSDB, mais uma vez Hélio Costa está em primeiro, com 43% das intenções de voto. Patrus Ananias tem 13% e Maria da Consolação Rocha está com 5%. Votos brancos ou nulos somam 23% e 16% se declaram indecisos.

Na última situação apresentada, em que além da exclusão da candidatura do PSDB, Fernando Pimentel figura como candidato do PT, Hélio Costa está com 40%, Fernando Pimentel tem 25% e Maria da Consolação Rocha, 4%. Anulariam seu voto ou votariam em branco, 17% dos entrevistados, enquanto indecisos somam 15%.

Em todos os cenários, Hélio Costa destaca-se principalmente entre os entrevistados na faixa etária de 35 a 44 anos (percentuais variam de 47% a 54%), e em pelo menos dois cenários, tem bom desempenho também entre os que residem no interior do estado. Nesses mesmos cenários, Fernando Pimentel tem destaque entre os residentes da capital mineira (percentuais de 50% e 53%).

Na intenção de voto espontânea, aquela onde não são apresentados os nomes dos candidatos, Aécio Neves é citado por 17% da população mineira, seguido de Fernando Pimentel (5%), Hélio Costa (2%) e Antonio Anastasia (1%). Patrus Ananias e Maria da Consolação Rocha foram citados mas não atingiram 1%. Citaram outros nomes, 5%. Votos brancos e nulos totalizam 2%, e 68% não souberam dizer em quem votariam.

Inscrições para bolsas do ProUni terminam hoje

Até ontem (4), o Ministério da Educação (MEC) recebeu 150 mil inscrições de estudantes interessados em disputar uma das 91 mil bolsas que o Programa Universidade para Todos (ProUni) oferece neste semestre. O prazo termina hoje (5), e os candidatos devem se inscrever exclusivamente pela internet até as 21h.

O programa oferece bolsas a alunos de baixa renda que queiram estudar em instituições particulares do ensino superior. Do total , 57 mil são integrais e 33 mil parciais, que custeiam 50% da mensalidade. As bolsas integrais são reservadas a estudantes com renda familiar de até um salário mínimo e meio (R$ 697,50) por membro da família. As bolsas parciais podem ser pleiteadas por candidatos com renda familiar de até três salários mínimos (R$ 1.395) per capita.

Para participar, o aluno precisa ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou em estabelecimento particular na condição de bolsista integral. O benefício também é estendido a pessoas com deficiência e a professores da rede pública. Para concorrer, o candidato precisa ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2008.

Nesta edição, o processo de seleção dos bolsistas vai ocorrer em duas etapas. No primeiro período, o Ministério da Educação (MEC) recebe as inscrições até hoje (5) e vai pré-selecionar e divulgar os candidatos escolhidos em primeira e segunda chamadas até 15 de julho.

Após essa primeira seletiva, as inscrições serão reabertas em 20 de julho para preenchimento de vagas que sobraram da primeira fase, com previsão também de primeira e segunda chamada.

O calendário do processo seletivo, a ficha de inscrição, a distribuição das bolsas por estado e outras informações sobre o programa estão disponíveis no site do MEC.

Colabore com a 3ª edição da Revista Agenda 21 e Juventude

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) convida jovens de todo o Brasil, com idade entre 15 e 29 anos, e que atuam na área socioambiental, a colaborarem com a 3ª edição da Revista Agenda 21 e Juventude. Todas as produções (texto e imagem) devem ser encaminhadas até o próximo dia 24 de maio para o emailagenda21ejuventude@mma.gov.br ou, via Correios, para a Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental, situada na Esplanada dos Ministérios, Bloco B, sala 916, em Brasília (DF), CEP 70068-900. Leia, abaixo, o texto completo do MMA com todas as informações para quem deseja participar.

Chamada para envio e seleção de textos da 3ª edição da Revista Agenda 21 e Juventude

Os Coletivos Jovens de Meio Ambiente no Brasil vem contribuindo, desde 2003, para a formação de Com-Vidas e de Agendas 21 nas Escolas, trabalhando a temática da Agenda 21 em todo o Brasil através do Programa Vamos Cuidar do Brasil.

O fortalecimento dos Coletivos e sua articulação com o Programa Agenda 21 do Ministério do Meio Ambiente se concretizou com a participação de representantes dessa rede de cada região do país, no Encontro Nacional da Rede Brasileira de Agendas 21 Locais, realizado em 2006, em Brasília.

Surgiu neste encontro a idéia de se editar uma publicação sobre o tema Agenda 21 e Juventude, apoiada pelo MMA, com o objetivo de estimular reflexões e diálogos entre a juventude e processos de Agenda 21 espalhados pelos vários estados e municípios brasileiros. O diferencial dessa proposta é que os textos são elaborados pelos próprios jovens que estão desenvolvendo ações no âmbito da Agenda 21.

A primeira edição, lançada em 2007, foi resultado de um trabalho conjunto da Coordenação do Programa da Agenda 21 do Ministério do Meio Ambiente e da Coordenação Geral de Educação Ambiental do Ministério da Educação. A segunda edição, versando sobre a temática “Jovens, sustentabilidade e aquecimento global”, foi lançada em maio de 2008. Ambas se encontram disponíveis no site: http://www.mma.gov.br/agenda21

Também em 2008, realizou-se a 1ª Conferência Nacional de Políticas Públicas de Juventude, coordenada pela Secretaria Nacional de Juventude e pelo Conselho Nacional de Juventude. Nesta conferência foi apontada como ação prioritária: “Criar uma Política Nacional de Juventude e Meio Ambiente que inclua o Programa Nacional de Juventude e Meio Ambiente, com a participação dos jovens nos processos de construção, execução, avaliação e decisão, bem como da Agenda 21 da juventude que fortaleça os movimentos juvenis no enfrentamento da grave crise ambiental, global e planetária, com a construção de sociedades sustentáveis”.

Buscando fortalecer cada vez mais o intercâmbio de informações e a participação dos jovens em processos de Agenda 21, em todo o território brasileiro, o Programa Agenda 21/MMA, a Coordenação Geral de Educação Ambiental/MEC e a Secretaria Nacional de Juventude lançam esta chamada para a 3ª Edição da Revista Agenda 21 e Juventude, cuja temática será Agenda 21 na Escola / Com-Vidas.

Objetivos da 3ª Edição da revista “Agenda 21 e Juventude”

– Permitir a avaliação de processos de Agenda 21 na Escola / Com-Vidas

– Estimular a participação da juventude no que diz respeito à construção e desenvolvimento de Agendas 21 na Escola e Com-Vidas.

– Promover a interlocução e o fortalecimento dos Coletivos Jovens, Movimentos Sociais de Juventude e Processos de Agendas 21.

– Agregar contribuições para a elaboração da Agenda 21 da Juventude e para a qualificação das políticas públicas de juventude e meio ambiente já existentes.

Quem pode se candidatar

Jovens de todo o Brasil, de 15 a 29 anos, que atuam na área socioambiental (em COM-VIDAS, Coletivos Jovens, Agendas 21 na Escola, REJUMA, Agendas 21 Locais), estão convidados a escrever textos de até 03 páginas sobre os temas:

– Experiências de Agenda 21 na Escola / Com-Vidas: conquistas, desafios e propostas;

– Interfaces entre processos de Agendas 21 Locais e Agendas 21 na Escola / Com-Vidas;

– Agenda 21 e Política Nacional de Juventude.

Os textos poderão ter os seguintes formatos: relato de experiência ou artigos conceituais. No sentido de orientar a elaboração e encaminhamento dos textos para a publicação, foram estabelecidos alguns critérios conforme o item 4.

Normas para o envio de textos

Número máximo de páginas: 03

Papel : A4, com todas as margens com 2cm

Espaçamento: 1,5

Letra: Times New Roman 12

Numeração nas páginas e referências bibliográficas

Autorização para uso de imagem e veiculação preenchida

Além dos textos, podem ser adicionadas, e também serão avaliadas poesias, entrevistas, ilustrações, vídeos e apresentações de powerpoint (que poderão ser contemplados nesta Edição e/ou disponibilizados na internet).

Serão aceitos tanto textos individuais quanto textos de autoria coletiva. O(s) autor(es) deve(m) enviar um resumo de sua atuação na área socioambiental (até uma página). Somente serão aceitos textos com fotos do(s) autor(es), acompanhadas da autorização de veiculação assinada (modelo abaixo, enviar por e-mail).

Os textos e outros produtos deverão ser enviados até 24 de maio de 2009 para o e-mail: agenda21ejuventude@mma.gov.br  ou para o endereço:

Ministério do Meio Ambiente

Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental – SAIC

Departamento de Cidadania e Responsabilidade Socioambiental – DCRS

Coordenação do Programa Agenda 21

Esplanada dos Ministérios, Bloco "B", Sala 916, CEP: 70.068-900

Para maiores esclarecimentos disponibilizamos os telefones:

(61) 3317-1462 – Adriane Goldoni

(61) 3317-1982 – Igor Fonseca

MODELO : TERMO DE AUTORIZAÇÃO DE USO DE IMAGEM/TEXTO

NOME DO AUTOR, nacionalidade, estado civil, profissão, portador da Cédula de Identidade RG nº XXX, inscrito no CPF sob nº XXX, residente no endereço XXX, nº XXX, CEP XXX, cidade XXX– UF, AUTORIZO o uso de minha imagem, bem como o texto elaborado por mim para serem utilizados na 3ª edição da revista “Agenda 21 e Juventude” desta Coordenação do Programa Agenda 21 do Ministério do Meio Ambiente com sede na Esplanada dos Ministérios, Bloco B, Brasília – DF, inscrita no CNPJ/MF sob o n° 37.115.375/002-98.

A presente autorização é concedida a título gratuito, abrangendo o uso da imagem e veiculação do texto elaborado acima mencionados em todo território nacional e no exterior, em todas as suas modalidades seja mídia escrita ou eletrônica. Por esta ser a expressão da minha vontade, declaro que autorizo o uso acima descrito sem que nada haja a ser reclamado a título de direitos conexos à minha imagem ou ao texto, e assino a presente autorização.