Valadares terá faculdade de Medicina e Hospital Universitário

Este será o primeiro campus da instituição instalado em outra cidade. Serão 710 novas vagas em oito cursos

A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) vai instalar um campus avançado em Governador Valadares. O custo previsto é de R$ 122 milhões. Este será o primeiro campus da UFJF instalado em outro município. O pró-reitor de Planejamento, Carlos Elízio Barral, que coordenou a elaboração dos projetos, disse que a área construída terá 25.630 metros quadrados para atender aos institutos de Ciências da Vida, com 420 vagas anuais em cinco cursos, e o de Ciências Sociais Aplicadas, com 290 vagas ao ano para três cursos.

Segundo Barral, o projeto apresentado ao Ministério da Educação (MEC) tem duas opções para o Hospital Universitário (HU): a construção de uma nova unidade no campus, com 200 vagas e avaliado em R$ 60 milhões, ou adaptação do hospital público municipal de Governador Valadares, que manteria atendimento à população e atuaria também como hospital escola, com avaliação de R$ 45 milhões. O pró-reitor conta que as obras físicas, sem o HU, estão orçadas em R$ 34,5 milhões e a aquisição de equipamentos, R$ 23,5 milhões.

Cursos

A área de Ciências da Vida prevê a criação dos cursos de Medicina, Odontologia, Farmácia, Fisioterapia e Enfermagem. Para Ciências Sociais Aplicadas, as opções serão Economia, Direito e Ciências Contábeis.

Pelo projeto pedagógico, no ano de 2016, quando todos os períodos tiverem alunos matriculados e o campus estiver funcionando plenamente, o número de alunos deverá chegar a 3.800. Inicialmente, o número de professores nestes dois institutos está previsto em 375 e o de técnicos administrativos, em 186.

O projeto do novo campus foi autorizado pelo Governo federal, mas depende da aprovação do Conselho Superior (Consu). O reitor da UFJF, Henrique Duque, diz que só depois que obtiver sinal verde do Ministério da Educação (MEC) sobre os investimentos é que levará a proposta ao Consu. Segundo o reitor, toda a obra deve durar de três a quatro anos, mas acredita que o vestibular já possa ser realizado em 2011, talvez até no meio do ano.

— Temos informações de que o Governo federal teria incluído no Orçamento Geral da União do próximo ano R$ 60 milhões para a UFJF. O problema maior seria aquisição de equipamentos e realização de concurso para contratação de pessoal.

Segundo Duque, quatro cargos comissionados foram designados para a UFJF e que serão encaminhados no campus de Governador Valadares.

Terreno

Até que o novo campus seja construído, a prefeitura de Governador Valadares disponibilizou local provisório para instalação das primeiras turmas e cursos da UFJF. Trata-se de um prédio ocupado atualmente pela Universidade Vale do Rio Doce (Univale), no Centro da cidade, e que está sendo desocupado. O terreno, de aproximadamente 600 mil metros quadrados — a metade do tamanho do campus da UFJF —, foi doado pelo empresário Edvaldo Soares e sua família. Segundo o reitor, o contrato de doação possui cláusula que determina a devolução do terreno ao antigo dono no caso de a UFJF não utilizá-lo para a construção.

Fonte: http://www.jfhoje.com.br/2010/09/14/ufjf-tera-campus-em-governador-valadares

Nova pesquisa mostra diferença de 5% entre as torcidas de Fla e Timão

Uma nova pesquisa sobre torcidas de futebol aponta mais uma vez a do Flamengo como a maior do Brasil. De acordo com o Instituto Análise/Insight Comunicação, 22% dos adultos brasileiros são rubro-negros, contra 17% de corintianos e 11% de são-paulinos. A diferença de 5% entre Fla e Timão é 2% a mais do que a da pesquisa do Datafolha do mês passado, que mostrou a torcida rubro-negra com 17% e a alvinegra com 14% – a do São Paulo teve 8%.

A pesquisa foi realizada entre abril e dezembro de 2009, em 70 cidades, abrangendo todas as regiões metropolitanas e o interior do país. Foram 9 mil entrevistas pessoais e domiciliares. A amostra representa a população adulta brasileira, a partir dos 16 anos, e inclui as classes A, B, C, D e E.

A torcida do Atlético-MG aparece em 14º lugar na pesquisa, com apenas 1%, mas só foram considerados os torcedores que identificaram o time pelo nome completo; ou seja, quem chamou o Galo de “Atlético” não foi considerado, o que pode ter prejudicado sua colocação na pesquisa. O Palmeiras ficou em quarto lugar, com 9%, e o Vasco tem a quinta maior torcida, com 6%, mesmo percentual que declarou torcer apenas pela seleção brasileira.

No quesito renda familiar, o São Paulo lidera entre os três mais populares. A torcida tricolor tem média de R$ 1.517,45, contra R$ 1.336,37 dos corintianos e R$ 1.149,09 dos rubro-negros. Entretanto, a torcida com maior renda média familiar é a do Internacional, com R$ 1.657,69, à frente de Santos (R$ 1.654,72) e Fluminense (R$ 1.647,52).

A torcida do Flamengo volta a ficar na frente quando o assunto é poder de compra. O potencial de consumo dos rubro-negros, medido através da multiplicação da renda familiar pelo tamanho da torcida, é de 20,8%. Os corintianos somam 19,1%, e os são-paulinos, 13,7%.

Seminario do Orçamento Participativo Jovem no PEP-SENAC


Hoje tem circo na praça

Apresentações circenses hoje em Governador Valadares

Abra as cortinas, luz no picadeiro, pipoca na mao, e vai começar o espetaculo. A Coordenadoria de Juventude em parceria com varios artistas do circo realiza hoje a partir das 19:00 a apresentação “Palco Aberto” na praça do bairro de Lourdes em Governador Valadares. No evento a população vai ter contato com as varias artes do picadeiro: malabaris, palhaços, perna de pau, equilibristas e muita diversão para toda a familia. O “Palco Aberto” nome dado ao evento faz parta das comemoraçãoes do dia do circo que é comemorado amanha dia 27 de março.

Prefeitura de Governador Valadares é finalista do Prêmio Prefeito empreendedor

A Prefeitura Municipal de Governador Valadares está entre os 32 municípios finalistas do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Juscelino Kubitschek promovido a cada dois anos. A prefeita Elisa Costa estará na final da etapa mineira que acontece amanhã (17), às 20h, no Minascentro, em Belo Horizonte, evento que reunirá todos os municípios classificados.

Foram inscritos 223 municípios mineiros; desses, 62 entregaram os projetos finalizados e classificados para a etapa das visitas técnicas. Mas apenas 32 conseguiram a pontuação suficiente para a etapa final. Todos os municípios finalistas recebem o diploma de Prefeito Empreendedor e o primeiro lugar no estado vai para a etapa nacional, prevista para o mês de maio.

Governador Valadares concorre com seis projetos que, juntos, contribuem para o desenvolvimento de Micro e Pequenas Empresas (MPE´s).

1.                  – O apoio para a implementação da Sociedade de Garantia de Crédito (SGC), em parceria com o Sebrae, que consiste na constituição de uma associação com título de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), que irá conceder garantia para empréstimos para micro e pequenas empresas constituídas há mais de um ano. Valadares é a primeira cidade do Brasil a constituir a SGC; o projeto piloto é em Caxias do Sul na Serra Gaúcha.

2.                  – O projeto de capacitação do emigrante em parceria com a Caixa Econômica Federal e com o BID-Fumin – Fundo Multilateral de Desenvolvimento.

3.                  – O Programa Municipal de Desenvolvimento Solidário que articula grupos de geração de renda.

4.                  – O Seminário de Desenvolvimento, ocorrido em novembro de 2009, que discutiu possibilidades de investimentos e políticas públicas para o desenvolvimento local como o gasoduto e os Arranjos Produtivos Locais (APL´s).

5.                  – Implantação do pregão presencial e eletrônico que consiste na modalidade licitatória destinada a agilizar o conceito de aquisição de bens para o município.

6.                  – Casa do Desenvolvimento que consiste na integração das ações de políticas públicas para o desenvolvimento social.

Prêmio SEBRAE Prefeito Empreendedor 6ª edição – 2009/2010

O Prêmio SEBRAE Prefeito Empreendedor foi criado com o propósito de reconhecer os prefeitos empreendedores que tenham implantado projetos de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de micro e pequenas empresas, com resultados mensuráveis, em seus municípios e de identificar e difundir suas melhores práticas.

O prêmio será concedido aos prefeitos que realizam programas de desenvolvimento, atuam com arranjos produtivos, núcleos de artesanato, incentivo ao turismo, inovação tecnológica, agronegócio, educação empreendedora, capacitação empresarial e acesso ao crédito, e que promovem a cultura do empreendedorismo.